quinta-feira

Liberdade, Liberdade

Coração prisioneiro, coração apaixonado sentimento perdido vagando no eco em busca de paz…

Devaneio entre mim em busca do teu encontro, mas não ti vejo, sou prisioneiro do teu amor, amor que tem florescido na alma…

Vivo da promessa da imaginação do regresso, mas sem sucesso, ânsia da espera se desespera e procura onde nunca existiu o amor…

Me descubro, ti reconheço, mas não há paz na descoberta, continuo aprisionado pelo teu amor, suas palavras alivia minha alma…

Eu sei nada acontecerá entre a prisão do meu coração e a liberdade do seu…

Nada mais me resta se não libertar de uma vez por todas os laços que me prendem ah essa ilusão…Liberdade. Liberdade, Liberdade!!!

1 comentário:

  1. Cintia Thomé22:39

    Essa libertade tão precisa, mas na verdade queremos é mudar de cela...nos acorrentar em outro amor tão mais sôfrego que o anterior, se não se dá assim, ficaremos sempre com a saudade a quem nos fez mais e mais prisioneiro...
    www.olhosdefolhaminha.spaces.live.com

    ResponderEliminar

"...Um dia vi em mim um sorriso nunca visto antes. era minha essência, roubando minha aparência e tomando finalmente seu lugar de volta..."

Obrigado pelo seu comentário,
VOLTE SEMPRE!!!

OBRIGADO Á TODOS