terça-feira

Esperança





















Caído nos vales da vida nas encostas
E trincheiras, bebendo o cálix da
Amargura sem esperança ou sonho

Vivendo dias escuros, inebriados
No desconsolo de ser, o sol já não
Aquece, a lua perdeu seu brilho

Onde foi que se perdeu, submerso
Nas lacunas que foram abertas sem,
Nenhuma permissão, sobrevive entre
A escolha de seguir ou reviver dias iguais

Preferiu seguir

A responsabilidade é dada e nela erigiram
Um novo ser sobre a esperança de agradar
Apenas e somente a ele, não mais correr o,
Risco de agradar gregos e troianos

Ele desferiu sobre o caos da vida na esperança
De sobreviver com todas as loucuras que é
Concedido, porém sejas o mais
Fiel a si mesmo

8 comentários:

  1. sempre assim meu querido...

    creio que o importante mesmo é lutarmos,acreditarmos em nós mesmos...

    eu me acho assim....e,como disse o seu poema,sem pretensão de agradar a ''gregos e troianos''...

    mi querido...

    amei como sempre.....muiti belo....e a imagem tbm....

    beijoooo****

    ResponderEliminar
  2. Muito bem elaborada esta prosa poética. E seguir de cabeça erguida sem ceder apenas para agrado de uns e de outros mesmo depois de cair algumas vezes. As lutas do dia a dia têm de ter dignidade. Parabéns.

    ResponderEliminar
  3. O mais importante é ser fiel a si mesmo é preservar os valores.

    bjos de bom dia prá vc!

    ResponderEliminar
  4. Olá qquerido Amigo, bela prosa poética... Adorei... Beijinhos de carinho e ternura,
    Fernandinha

    ResponderEliminar
  5. Agradar gregos e troianos as vezes é aquela velha história do caráter de cada um. Ter uma posição mesmo que percamos algo, porém, quando se trata da boa fé é diferente.
    Um lindo texto em forma de poesia.

    ResponderEliminar
  6. Saudades de Vc!
    Obrigada pela visita...bjus...Ci

    "Se as coisas são inatingíveis...Ora
    Não é motivo para não querê-las.
    Que tristes os caminhos, se não fora
    A presença distante das estrelas"

    Mario Quintana

    ResponderEliminar
  7. Olá amigo Gleidston Dias, que belo e reflexivo este seu poema. Cheios de esperanças neste momento propício para isso.Devemos todos unidos e conscientes, buscarmos a compaixão e a harmonia entre os homens, com as graças divina.
    Muita paz, harmonia e inspiração em sua vida.

    Forte abraço

    caurosa

    ResponderEliminar
  8. olá pretinho....estou te colocando em minha lista de blogs preferidos!!!

    bjus da pretah!!!

    ResponderEliminar

"...Um dia vi em mim um sorriso nunca visto antes. era minha essência, roubando minha aparência e tomando finalmente seu lugar de volta..."

Obrigado pelo seu comentário,
VOLTE SEMPRE!!!

OBRIGADO Á TODOS