terça-feira

O Sentir


Desencontrado nos subúrbios

Entres os muros construídos

Das lágrimas, contesto-me


Alva do bom viver, sensato

No meu sentir, nada se quererá

De quem um dia á desertou


A distância do caminhar fez-se

Sentir ao ver chegar o tão doce

Ser, que de ti se fez sair

Minha Alma

27 comentários:

  1. Passando pra te desejar uma ótima semana...

    Gosto demais daqui!

    bjos!

    ResponderEliminar
  2. QUERIDO AMIGO, SENTI NO QUE ESCREVES... TANTAS INTERROGAÇÕES DENTRO DE TI... PORQUÊ SABES???
    SER FELIZ É DÍFICIL MAS NÃO IMPOSSÍVEL... LUTA E FAZ COM QUE A TUA AMARGURA VÁ EMBORA... ESPERO QUE SIM... UM ABRAÇO DE CARINHO E TERNURA,
    FERNANDINHA

    ResponderEliminar
  3. QUERIDO AMIGO, QUERO PEDIR-TE UM FAVOR!!!
    LÊ ESTE TEXTO QUE ESTÁ NO FERNANDA-ASTROFLAX, PODE SER QUE TE AJUDE... UM GRANDE ABRAÇO DE CARINHO E TERNURA,
    FERNANDINHA

    ResponderEliminar
  4. Pois é, o teu poema me abaixou a guarda eu estava brava com ele quando o meu marido copiou numa folha de papel, todo bonitinho, e com o seu nome embaixo. Eu estranhei mas depois que li entendi por que ele fez assim. Na verdade vc é um poeta e tanto. Obrigado. Bejusss

    ResponderEliminar
  5. Olá
    vim mais uma vez deixar minha merca em seu blog. E tb curtir seus lindos poemas....
    gdde abrssssssss
    fernu...7

    ResponderEliminar
  6. Muito lindas as suas poesias...
    Bastante sensibilidade e emoção nos versos.
    Gosto dos poetas porque conseguem nos transportar para caminhos onde a autenticidade se aflora.

    Lindo blog, lindo template!

    Beijos!
    Lu

    ResponderEliminar
  7. Amigo Gleidston,
    Eu aqui a passear em teu esmero espaço, sinto a alma leve com o requinte e leveza de tuas palavras.

    Aproveito para te repassar o selo (blog de ouro) que me foi gentilmente atribuído, no qual te dedico com grande prazer!

    Deixo um terno abraço e que a inspiração sempre continue a pairar nesse excelente recanto.

    Ps. O selo encontra-se na barra lateral do blog.

    ResponderEliminar
  8. Belo amigo, de uma suavidade gostosa de se ler.

    beijos muitos prá ti!

    ResponderEliminar
  9. "O Sentir" de alguém assim tão sensível como o Gleidston. Não é qualquer um que consegue tocar assim na alma...!
    Um grande beijinho,
    Diana.

    ResponderEliminar
  10. Quanto sentimento heim?
    Percebo que as palavras fluiram assim... de forma suave mas com uma pitada de dor.
    Adoro sua presença e comentários!


    Um abraço carinhoso

    ResponderEliminar
  11. Amigo querido!
    Um poema lindo, mas que tras uma dose angustiante de saudade...

    Eita que o amor faz estragos...rs

    Beijo avassalador!

    ResponderEliminar
  12. Veja só quem veio até aqui!ahahah..
    Funcionou mesmo! Agora depende de nós. Este teu poema também saiu da alma. Abraço

    ResponderEliminar
  13. Tem selos para vc lá no blog..
    Abraços

    ResponderEliminar
  14. Nossa, é tão gostoso ler palavras do seu blog!! Literalmente deliciosas! lindo poema e magnífica foto para ilustrá-lo!
    Bjo

    ResponderEliminar
  15. Entre o luar e o crepúsculo, o sono e a lucidez, o silêncio do mundo e o barulho de ti, há uma voz muda que percorre a aridez do teu pensamento... Sentes?... É o Pio da Cotovia!

    ResponderEliminar
  16. Olá!

    Aproveito para lhe desejar um bom dia e lhe dizer que tem um Prémio para si lá no meu cantinho.
    Fico muito feliz se o aceitar.

    Beijo

    Filomena

    ResponderEliminar
  17. ...meu amado poeta,

    é tão lindo quando deixamos
    fluir o que nos vai na alma.

    fica esta magia deste post,
    por exemplo.

    bjus, lindo

    ResponderEliminar
  18. A alma vive aprisionada, numa prisão sem grades, o nossocorpo, é sublime quando ela se pode libertar
    bj

    ResponderEliminar
  19. lindo ....

    vc tem alma de poeta.....

    ResponderEliminar
  20. Um poema amável de bom recorte

    lírico!


    Um abraço

    ResponderEliminar
  21. Muito belo o teu poema! Beijos e um óptimo fim de semana.

    ResponderEliminar
  22. Poeta...
    Estou viajando hoje para aproveitar o feriado de carnaval.
    Espero que você aproveite bastante!!!
    Quando retornar venho lhe visitar!
    Um beijo carinhoso

    ResponderEliminar
  23. Fico sempre na duvida se tanta procura e tanta interrogação que leio nas tuas entrelinhas é sinal de evolução construida, se de uma escolha ou se é fruto de sementes magoadas e muito aridas.
    Recebe aquele abraço repulhodo que conheces...ahhhh já estava a esquecer, o que leste é uma escolha sentida, verdadeira e muito justa
    Eu estou bem...só ando meia cansada
    coisa sem importancia...podes acreditar
    Obrigado pelo carinho e ler demasiado nas entrelinhas que escrevo não vale...isso é batota...pensei que quem me lê o fizesse sempre a correr e sem procurar o que não escrevo
    Eu estou bem...fica tranquilo...obrigado pelo teu abraço atento

    ResponderEliminar
  24. Muito triste...
    Fica em paz!
    bj

    ResponderEliminar

"...Um dia vi em mim um sorriso nunca visto antes. era minha essência, roubando minha aparência e tomando finalmente seu lugar de volta..."

Obrigado pelo seu comentário,
VOLTE SEMPRE!!!

OBRIGADO Á TODOS