segunda-feira

Momentos





















Coloridos e floridos
Afagos penetrados


Saudades

Lembro-me,
Instantes vividos
E abraços apertados

Na fotografia extinta
O reflexo vivido
Retorno sem tempo

Quisera eu perpetuar no
Tempo, sem devaneio

Quem diria, Retorno presente
Eu ausente, Sem tempo

19 comentários:

  1. ''Quisera eu perpetuar no
    Tempo, sem devaneio...''

    amei pretinhooo!!!!


    ....bem nostalgico né???

    ...eu sou suuper nostalgica,por isso adorei tanto...(os dois versos principalmente).

    Não sei explicar no comentário o que senti ao leu a poesia....(poesia n é pra ser explicada,e sim sentida)

    E eu adorei a sensação que eu tive....

    beijão^^

    ResponderEliminar
  2. Sem tempo para retornar no tempo...as vezes é preciso não ter tempo mesmo, lindo e sensível, como só vc sabe nos transmitir.

    Tem um presentinho de Natal esperando por vc com muito carinho.

    bjos e uma semana super feliz!

    ResponderEliminar
  3. Obrigada pela visita e pelas lindas palavras...volte sempre, abraços

    ResponderEliminar
  4. O que atrapalha o retorno são os devaneios, retorno sem tempo! Muito bom poeta. Abraço

    ResponderEliminar
  5. dos nossos momentos ficam as saudades, as lembranças de dias que se foram, dos momentos que ficam só em nossa memória.
    Adorei o poema

    ResponderEliminar
  6. O tempo que passa na paz,
    não finda...
    Belo blog!
    Forte abraço.

    ResponderEliminar
  7. Instantes que ficam gravados para sempre, num tempo sem tempo...
    E o desejo de os reviver é a ilusão que permanece para além do próprio tempo...

    Beijo

    PS. Adoro aquele aquário lindíssimo ali em cima!

    ResponderEliminar
  8. Bonito poema! Bonita foto! Gostei. Muitos beijos.

    ResponderEliminar
  9. Importante demais darmos tempo ao nosso tempo.
    Cadinho RoCo

    ResponderEliminar
  10. somos seres de ambulantes no tempo sem tempo

    ResponderEliminar
  11. ola

    sera que pode ir a www.avanessaguerradesafio.blogspot.com e sera que pode votar em mim

    muito obrigado

    boa noite

    Carla

    ResponderEliminar
  12. Quem nao aprende todo dia nao vive...
    primeira vez aki..parabens pelo conteudo.....

    blog muito bem pensado...

    abraços

    ResponderEliminar
  13. Olá querido Amigo, perpetuar o tempo... Que bom Amigo!... Beijinhos de carinho e ternura,
    Fernandinha

    ResponderEliminar
  14. Ola

    adorei o poema, mostra muita sensibilidade e revela uma pessoa carinhosa e amiga.

    não conhecia este cantinho mas agora vou passar por cá muitas vezes.

    quero agradecer muito sinceramente o voto que me deixou e especialmente a mensagem que colocou no blog da Vanessa.

    Espero mesmo que tenha gostado dos meus quadros e que volte sempre...será sempre bem recebido.

    beijos grandes

    carla cunha

    ResponderEliminar
  15. Sabe? sou de poucos, mas bons amigos e ele era uma pessoa especial. Músico, auto-didata e de uma sensibilidade incrível! Obrigada pelo seu apoio, não só eu, mas todos os amigos estão muito abalados, bjus no seu coração!

    ResponderEliminar
  16. pretinho,

    obrigada pelo comentário....pelas palavras....

    um grande bju pra ti

    ResponderEliminar
  17. Mas eu tenho tempo para aqui passar e mostrar o meu reconhecimento pela atenção mostrada
    Aquele abraço repulhodo

    ResponderEliminar
  18. Deixo um beijinho de bom fim de semana

    ResponderEliminar
  19. Meus amigos, o Entrando Numa Fria agradece a sua participação em seu debate e já lança a resposta em seu post, agradecemos e contamos com sua presença maciça. Sem vocês não vamos para frente.

    abraços

    ResponderEliminar

"...Um dia vi em mim um sorriso nunca visto antes. era minha essência, roubando minha aparência e tomando finalmente seu lugar de volta..."

Obrigado pelo seu comentário,
VOLTE SEMPRE!!!

OBRIGADO Á TODOS