segunda-feira

Nem sempre sou visto


Se olhar através da alma

Compreendera o olhar que ti vê

Que é de amor e a admiração

Mas se olhas simples, sem

Interesse, nunca conseguirá me

Ver, estou diante, ao alcance dos

Teus olhos, me mostro, mas

Nunca sou visto

20 comentários:

  1. "estou diante, ao alcance dos

    Teus olhos, me mostro, mas

    Nunca sou visto"

    Que lindo, Gleidston... Compreendo essa sensação.
    Afinal, estas "vivências/experiências" acabam por ser comuns a todos nós...

    Beijinho!

    ResponderEliminar
  2. Lindo Gleidson, é uma sensação q as vezes temos.

    venho agradecer o carinho por vc ter me ofertado o selinho, obrigada de coração, coloquei no post de hj e certamente vc é merecedor do Selinho Blog de ouro, passa lá ele é todo seu.

    mil beijos e um dia lindinho prá vc...Izinha.

    ResponderEliminar
  3. Sei como é isso...
    Qd somos olhado superficialmente, sem que realmente procurem conhecer nossa essência.

    ResponderEliminar
  4. Olá meu novo amigo!
    Passei para conhecer seu blog.
    Uma semana de muita paz e amor.
    Voltarei mais vezes.
    Fique na paz.

    Beijinhos doce.
    Regina Coeli.

    ResponderEliminar
  5. Olá meu novo amigo!
    Passei para conhecer seu blog.
    Uma semana de muita paz e amor.
    Voltarei mais vezes.
    Fique na paz.

    Beijinhos doce.
    Regina Coeli.

    ResponderEliminar
  6. Quando “vimos” com os olhos da alma
    a visão é muito profunda
    beijos

    ResponderEliminar
  7. As vezes nao somos vistos pelo que vemos.....e si pelo que é a pessoa....

    parabens....abraçao

    ResponderEliminar
  8. Estar sem ser visto...
    às vezes só conseguimos ver com olhos que só a alma tem. lindo texto.

    ResponderEliminar
  9. QUERIDO AMIGO, SÓ CONSIGO VER-TE COM OS OLHOS DA ALMA E ATRAVÉS DA MINHA MEMÓRIA PROFÉTICA...ADOREI LER-TE AMIGO...
    UM ABRAÇO DE CARINHO E TERNURA,
    FERNANDINHA

    ResponderEliminar
  10. Há de ser ter olhos mágicos,
    olhos de amor, de afetos intranháveis,
    para se ver e tocar outra alma!


    beijo estelar*

    ResponderEliminar
  11. Não basta olhar para se ver...belo o teu poema! Muitos beijos.

    ResponderEliminar
  12. tu te mostras.....mas n eh visto......

    nossa^^pofundo^^

    glei....

    to tocada.....preiso ler d nvo...e d nvo....

    ResponderEliminar
  13. olá Gleidston
    valew pelo comente e tb pela força
    gde abrsssssssssssssss
    valewwwwwwwwww
    até mais
    fernu...7

    ResponderEliminar
  14. É, amigo!
    Nada pior que fazer malabarismos e não ser notado...
    A indiferença é a pior das dores...
    E a sensação de abondono é a mais triste possível...

    Lindo seu poema...
    Pra quem tá sofrendo de dores de amor, é muito triste... Mas profundamente belo!


    Beijos avassaladores

    ResponderEliminar
  15. Lindo poema!!!
    Quantas e quantas vezes somos olhados, mas não somos vistos como realmente somos...
    Olham às vezes o "papel do embrulho", mas nunca desembrulham para ver que tem dentro, em sua essencia.
    Legal o seu blog, os poemas, parabens!
    Linda noite, ótima semana e esperamos sua visita!

    ResponderEliminar
  16. Nunca ser visto...
    Dura realidade que deixa o olhar triste e de certa forma ansiosos, porque enfim, em algum dia a gente alcança o outro lado...
    Lindo! Abraços meus

    ResponderEliminar
  17. Belo poema,muito significativo,gostei muito.
    Otimo blog.
    vou linkar você e te acompanhar.
    abraços

    ResponderEliminar
  18. Olá caro amigo Gleidston Dias, mais uma vez você nos brinda com um excelente poema, que nos levará à reflexão. Parabéns. Muita harmonia e mais inspiração.

    Forte abraço

    caurosa

    ResponderEliminar
  19. O perfume da tua alma, está traduzido nas emoções das tuas palavras...

    Adorei voltar ao teu blogue

    Um abraço
    Luis

    ResponderEliminar

"...Um dia vi em mim um sorriso nunca visto antes. era minha essência, roubando minha aparência e tomando finalmente seu lugar de volta..."

Obrigado pelo seu comentário,
VOLTE SEMPRE!!!

OBRIGADO Á TODOS